Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alenquer: Exames nacionais fora do calendário escolar obrigam câmara a despesa extra em transportes

Lusa

  • 333

Torres Vedras, 01 jun (Lusa) - A câmara de Alenquer contestou hoje a marcação dos exames nacionais do 6º. e 9º. anos fora do calendário escolar, obrigando a autarquia a gastar mais 15 mil euros em transportes escolares.

"Não faz sentido que o Governo, que nos impõe a Lei dos Compromissos e nos pede contenção da despesa, tenha agendado a realização dos exames nacionais do 6º. e 9º. anos fora do calendário escolar, obrigando as câmaras a fazer despesas acessórias que não estavam programadas", afirmou o presidente da câmara, Jorge Riso (PS).

O autarca explicou que, de acordo com o contrato com a empresa que assegura o transporte dos alunos, entre os locais de residência e as escolas, os transportes escolares estavam previstos até 08 de junho, o último dia do ano letivo.