Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alemanha junta-se à defesa de uma "resposta internacional firme" contra a Síria

Lusa

  • 333

Vilnius, 07 set (Lusa) - A Alemanha decidiu hoje juntar-se ao grupo de 11 países do G20 que defendem uma "resposta internacional firme" contra o uso de armas químicas na Síria, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão.

Guido Westerwelle fez o anúncio à margem de uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia em Vilnius, na Lituânia, explicando que não assinou a declaração emanada do G20 na sexta-feira não porque tivesse alguma "objeção notável", mas sim porque queria "ter a oportunidade de fazer uma consulta primeiro ao nível europeu".

"A Alemanha encara-se como o advogado dos pequenos países da União Europeia que não se sentam à mesa do G20", argumentou o ministro, sublinhando que a posição da França - esperar pelo relatório dos peritos das Nações Unidas enviados à Síria antes de decidir qualquer ação - "foi uma contribuição realmente decisiva" para o debate em Vilnius.