Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alemanha diz que crescimento da economia é mais importante que austeridade

Lusa

  • 333

Moscovo, 20 jul (Lusa) - O ministro das Finanças da Alemanha, o 'motor económico' da Europa e um dos países defensores do equilíbrio orçamental, defendeu hoje que atualmente o crescimento económico é prioritário face à redução do défice das contas públicas.

A reunião do G20, que hoje terminou em Moscovo, enviou "um sinal importante, nomeadamente que todos concordamos que a tarefa mais importante é fortalecer o crescimento económico e criar empregos", e que "o crescimento global é moderado e a recuperação é fragil", disse o ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble, aos jornalistas, no final das reuniões que duram desde quinta-feira, no âmbito da reunião do G20.

De acordo com os relatos feitos à agência financeira Bloomberg por vários participantes nas reuniões, que se escusaram a ser identificados, a Alemanha pretendia que o comunicado final usasse uma linguagem mais dura, e que contemplasse metas orçamentais de médio prazo, mas foi derrotada pela posição defendida, entre outros, pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul, que pressionaram a Europa a dar prioridade ao crescimento face à redução da dívida pública e do défice orçamental.