Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Al-Qaida reivindicou ataques no Iraque

Lusa

  • 333

Bagdade, 17 mar (Lusa) -- O grupo da Al-Qaida no Iraque reivindicou o ataque envolvendo uma série de rebentamentos e um ataque a um complexo ministerial no centro da capital, referiu hoje um serviço de monitorização.

O Estado Islâmico do Iraque reclama ter morto mais de 60 pessoas, refere o serviço de monitorização SITE, baseado nos Estados Unidos.

As forças de segurança e responsáveis médicos tinham revelado à agência AFP que o ataque de 14 de março à zona verde, fortemente patrulhada e onde estão localizados inúmeros edifícios como as embaixadas norte-americana e da Grã-Bretanha, tinha provocado a morte a 18 pessoas.