Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: 'Troika' exige planos detalhados dos cortes para 2014 e 2015 já em fevereiro

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) -- O Governo terá de apresentar à 'troika' uma análise detalhada da despesa pública para explicar como vai poupar mais 4 mil milhões de euros em 2014 e 2015, especificando as medidas até final de fevereiro de 2013.

"Uma análise extensiva da despesa para especificar em pleno fontes adicionais de poupança será levada a cabo a tempo da sexta revisão (prevista para novembro) e as medidas terão de ser completamente especificadas até meados de fevereiro de 2013 a tempo da sétima revisão. O plano de consolidação orçamental para 2014-2015 será completamente detalhado no Programa de Estabilidade e Crescimento de 2013", diz o memorando revisto da 'troika'.

Os documentos divulgados hoje pelo Fundo Monetário Internacional especificam que para este período o Governo terá de encontrar poupanças de quatro mil milhões de euros através de cortes de depesa, sendo que o programa terminará em 2014 caso tenha sucesso, sendo o défice previsto para esse ano de 2,5% do Produto Interno Bruto.