Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: 'Troika' exige "mais esforços de consolidação" apesar de novos objetivos para défice

Lusa

  • 333

Washington, 11 set (Lusa) - A 'troika' composta pelo Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia afirmou hoje, no comunicado sobre a quinta avaliação a Portugal, que os novos objetivos para o défice das contas públicas exigem, mesmo assim, "mais esforços de consolidação".

No comunicado, a 'troika' afirma que o programa de ajuda externa a Portugal "continua no bom caminho", apesar de "fortes ventos contrários", avisando que mesmo os novos objetivos do défice exigem "mais esforços de consolidação".

Os esforços acordados com o governo para atingir o novo objetivo de défice para 2013 (4,5 por cento, 1,5 pontos percentuais acima da anterior meta), passam por "reduzir as perdas das empresas do Estado, baixar os custos das parcerias público-privadas e racionalizar a Administração Pública", refere o comunicado publicado hoje pela 'troika'.