Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Terapia para receita arrecada não foi a melhor -- António Saraiva

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 ago (Lusa) - O presidente da CIP, António Saraiva, sublinhou hoje que a receita arrecadada, no âmbito das medidas de austeridade, não é a esperada, admitindo que alguém errou na avaliação e que a "terapia" não foi a melhor.

"A arrecadação da receita não é a esperada, alguém errou na avaliação porque a terapia não terá sido a melhor", disse António Saraiva aos jornalistas à entrada para a reunião com a 'troika', que está a decorrer no Ministério das Finanças.

Para este encontro, ao qual já tinham chegado os representantes do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia, o presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) disse que este não é apenas um problema de Portugal e considerou necessário que a União Europeia encontre novas formas de crescimento económico.