Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Subsídios de desemprego custaram mais 18,7 ME ao Estado em 2012

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) - O Estado gastou mais 18,7 milhões de euros em subsídios de desemprego em 2012 depois das alterações introduzidas pelo Governo em abril do ano passado, informa a Comissão Europeia (CE) num relatório hoje divulgado.

Na sua avaliação à sétima revisão regular ao Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) de Portugal, hoje divulgada, a CE explica que o Governo português apresentou um relatório sobre o impacto financeiro da reforma do sistema de benefícios fiscais que entrou em vigor a 01 de abril de 2012.

Nesse relatório foram analisadas três medidas principais: a redução do teto máximo para receber subsídio de desemprego de três para duas vezes e meia o indexante dos apoios sociais (IAS), a redução em 10% do valor do subsídio após seis meses no desemprego e a redução do período contributivo para ter direito ao subsídio de desemprego, para os 12 meses.