Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Sobretaxa de 4% no IRS continua em 2014 a menos que seja substituída por outras medidas - FMI

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) -- A sobretaxa de 4 por cento no IRS vai manter-se até 2014 a menos que seja substituída por medidas de dimensão semelhante, confirmou hoje o chefe de missão para Portugal do Fundo Monetário Internacional (FMI).

"No contexto da sobretaxa, o pressuposto é que poderá ser abandonada se o rendimento de outras medidas for mais elevado [do que o previsto] ou se outras medidas equivalentes puderem ser encontradas", disse Abebe Aemro Selassie numa conferência de imprensa por telefone.

Na quinta revisão do memorando de entendimento com a 'troika', o Governo compromete-se a impor uma sobretaxa de 4 por cento no IRS "pelo menos até ao fim do programa e até que cortes permanentes na despesa sejam identificados para contrabalançar a sua eliminação".