Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Oitava avaliação só deve acontecer a meio de julho

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) -- A oitava avaliação do programa da 'troika' só deverá acontecer a meio de julho, um mês depois do previsto, sendo que o Fundo Monetário Internacional só deve discutir a sétima avaliação a meio de junho.

De acordo com fonte oficial do Fundo Monetário Internacional, a próxima avaliação só deve acontecer um mês depois do inicialmente previsto, 15 de junho.

Este adiamento acontece após os atrasos na conclusão da sétima revisão, cujos resultados foram apresentados publicamente a 15 de março, mas o chumbo do Tribunal Constitucional obrigou o Governo a apresentar medidas de compensação que a 'troika' (Comissão Europeia, FMI e Banco Central Europeu) quis ver primeiro, tal como o plano para a reforma do Estado.