Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Luís Amado (PS) diz que Governo "tem cumprido" objetivos essenciais

Lusa

  • 333

Castelo de Vide, Portalegre, 31 ago (Lusa) -- O ex-ministro socialista Luís Amado acredita que haverá "condescendência" da 'troika' em relação à derrapagem orçamental e diz que o Governo tem, "no essencial", cumprido o se propos, destacando que a credibilidade do país está em recuperação.

Para Luís Amado, a derrapagem nas contas públicas em relação ao acordado com os credores internacionais é "relativamente controlada e já se esperava".

"Creio que haverá da parte dos responsáveis da 'troika' que avaliam a situação portuguesa relativa condescendência em relação a esse facto, que decorre da aplicação de um programa que, em alguma medida, tem uma responsabilidade direta na retração excessiva da atividade económica, com consequências, necessariamente, ao nível do emprego, do consumo e das receitas fiscais", disse aos jornalistas o antigo ministro dos governos de José Sócrates aos jornalistas, à chegada à Universidade de Verão do PSD, que decorre em Castelo de Vide, Portalegre.