Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Líder dos Socialistas e Democratas critica Bruxelas por sancionar medidas "inaceitáveis" para Portugal

Lusa

  • 333

Bruxelas, 17 set (Lusa) -- O líder dos Socialistas e Democratas (S&D) no Parlamento Europeu, Hannes Swoboda, criticou hoje a Comissão Europeia por sancionar, na 'troika', exigências inaceitáveis e que tiveram forte contestação em Portugal.

"Os recentes desenvolvimentos em Portugal, mais uma vez destacaram as exigências unilaterais e inaceitáveis da 'troika'. A resistência cresce e é cada vez mais forte a cada medida que põe em causa o bem-estar dos europeus", escreveu Swoboda, numa carta enviada ao presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

O líder dos S&D, grupo que integra os eurodeputados do PS, sublinhou ser "inaceitável que os representantes da Comissão Europeia na 'troika' concordem com esta abordagem simplista do corte de salários e pensões, ao mesmo tempo que se aumentam os impostos sobre os mesmos".