Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: FMI alerta para consenso político e social "significativamente mais fraco"

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 jun (Lusa) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que os riscos para Portugal cumprir as metas do programa de assistência, já revistas em março, "permanecem elevados" e sublinha que o consenso social e político "está significativamente mais fraco".

Na sua análise referente à sétima avaliação do programa de ajuda externo a Portugal, hoje divulgada, o Fundo refere que a economia portuguesa está a fazer progressos na redução dos seus desequilíbrios, mas destaca as condições económicas "extremamente fracas" e os riscos que se colocam ao sucesso do programa.

A instituição liderada por Christine Lagarde entende que o consenso político e social que tem apoiado o programa de assistência económica e financeiro de Portugal "está significativamente mais fraco", alertando que "à medida que as condições de financiamento estão a melhorar (...) o apetite pelas reformas está a diminuir".