Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Flexibilização das regras não é "solução credível e duradoura" - Jerónimo de Sousa

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 nov (Lusa) - O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, desvalorizou hoje a possibilidade de Portugal beneficiar das mesmas condições de financiamento à Grécia, afirmando que "não é uma solução credível nem duradoura".

"Mantém a matriz da pressão, da chantagem, da extorsão e, quando percebem que se está a chegar ao limite, flexibilizam um pouco. Não é esta uma solução credível nem duradoura para resolver os problemas nacionais, designadamente a questão do défice, da dívida, do crescimento económico", afirmou.

Questionado pela Agência Lusa, o secretário-geral do PCP ironizou que "aquele que procura extorquir nunca quer a morte da vítima" e considerou que, apesar de algum "deslaçamento e flexibilidade" mantém-se os mesmos objetivos.