Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Eurogrupo diz não haver "planos B" para eventuais chumbos do TC

Lusa

  • 333

Bruxelas, 08 out (Lusa) -- Um alto responsável do Eurogrupo afirmou hoje que "não há planos de contingência", nem da zona euro, nem das autoridades portuguesas, para eventuais novos 'chumbos' do Tribunal Constitucional (TC) a medidas acordadas entre o Governo e 'troika'.

O mesmo responsável indicou também que a adoção formal da mais recente revisão do programa de assistência financeira a Portugal -- a fusão entre as oitava e nona revisões -- só deverá ocorrer na reunião de ministros das Finanças europeus de novembro, pois a missão da 'troika' (Comissão, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) só terminou na última quinta-feira e a documentação ainda está a ser preparada para ser avaliada pelos ministros.

Desse modo, prosseguiu, será impossível ao Eurogrupo pronunciar-se na reunião agendada para 14 de outubro no Luxemburgo -- ficando a decisão reservada para o encontro de 14 de novembro, em Bruxelas -, mas, sublinhou, atendendo à situação de relativo conforto em termos de liquidez e necessidade de financiamento de Portugal, "não há pressa" na aprovação formal do desembolso da próxima tranche de ajuda.