Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Dívida pública pode subir 10-15% do PIB com recessão mais prolongada - FMI

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 jan (Lusa) -- Uma recessão mais prolongada ou a inclusão da dívida de empresas públicas e PPP nas contas nacionais pode aumentar a dívida pública em 10 a 15% do PIB, o que aliado a juros mais altos, a tornaria insustentável, diz o FMI.

Na análise de sustentabilidade de dívida pública que acompanha os documentos da sexta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) hoje divulgada, a fundo aponta vários riscos ao cenário previsto para a trajetória da dívida pública nos próximos anos.

Para já, a análise do Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que a dívida pública atinja o seu máximo em 2014 quando chegar a 122% do Produto Interno Bruto (PIB), começando a reduzir-se de forma gradual a partir dessa altura.