Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Corte da TSU que será estudado custa cerca de 850 ME - Bruxelas

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 jul (Lusa) -- O corte da Taxa Social Única que o Governo estudará no próximo orçamento deverá ter uma dimensão de 0,5 por cento do PIB, cerca de 850 milhões de euros, que terão de ser compensados, afirma a Comissão Europeia.

No relatório hoje publicado por Bruxelas sobre a quarta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira português, a Comissão Europeia diz que o Governo irá estudar novamente um corte da TSU paga pelos empregadores tendo em vista a alcançar resultados de longo prazo, uma intenção já expressa pelo Governo, mas adianta alguns detalhes.

Entre eles está a dimensão da redução, que deverá ser limitada a "jovens ou trabalhadores com rendimentos mais baixos".