Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Aumento de impostos para carros de alta cilindrada é "terrível" para o setor - Diretor geral da Audi Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 set (Lusa) - O diretor geral da Audi afirmou hoje que a intenção de o Governo aumentar os impostos para carros de alta cilindrada é "terrível" e "dramático" para o setor, já que as vendas irão cair ainda mais, obrigando a nova redução de pessoal.

Licínio Almeida, que falava aos jornalistas na apresentação do novo modelo A3 em Lisboa, disse que "tem havido uma redução de pessoal muito significativa no setor e infelizmente continuamos com uma carga fiscal exageradíssima", e embora "ainda não se saiba o que o Governo quer dizer com o aumento de impostos para os proprietários de carros de alta cilindrada", tal situação vai provocar uma maior queda nas vendas de automóveis em 2013 relativamente a este ano.

Segundo dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), as vendas de carros estão com uma queda de 40,4 por cento entre janeiro e agosto deste ano, sendo que o diretor geral da Audi prevê que em 2012 o mercado "não vai sequer chegar aos 100 mil automóveis vendidos, provavelmente até aos 95 mil, estando aos níveis de 1985".