Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Agências de viagens exigem que Estado comece a portar-se como "pessoa de bem"

Lusa

  • 333

Coimbra, 06 dez (Lusa)- A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) exigiu hoje que o Estado comece a pagar os contratos que estabelece com o setor "a tempo e horas", tornando-se finalmente "uma pessoa de bem".

"Exigimos que, de uma vez por todas, o Estado se comporte como uma pessoa de bem, pagando a tempo e horas e, deste modo, apenas e simplesmente cumprindo a diretiva comunitária que estabelece medidas de luta contra os atrasos de pagamento nas transações comerciais", afirmou o presidente da APAVT.

Pedro Costa Ferreira fazia assim o discurso de abertura do 38.º Congresso da APAVT, que começou esta quinta-feira, em Coimbra, na presença do ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas.