Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

África do Sul: Mineiros de Marikana aceitam reduzir exigências salariais

Lusa

  • 333

Rustenburg, África do Sul, 17 set (Lusa) - Mineiros sul-africanos em greve da mina da Lonmin, que hoje se reuniram num estádio da zona com autorização prévia das autoridades, aceitaram que os seus representantes negoceiem propostas salariais inferiores às que inicialmente exigiam.

A reunião dos mineiros com os seus representantes nas negociações com a administração da empresa (na maioria de instituições religiosas que têm mediado o processo) realizou-se sem a presença de jornalistas, que foram convidados a abandonar o estádio de Wonderkop antes do início do encontro.

Fontes ligadas ao processo revelaram que os 12.500 rands (1.120 euros) inicialmente exigidos pelos mineiros como salário base passaram agora para os 11 mil rands (1.047 euros).