Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

África deve investir em políticas agrárias para acabar com fome - especialista

Lusa

  • 333

Chimoio, Moçambique, 18 mar (Lusa) - Os governos africanos têm que investir em políticas e programas agrários, baseados em recursos humanos, infraestruturas, investigação e armazéns, para o desenvolvimento da agricultura do continente e "sair da fome", disse hoje à Lusa um especialista internacional.

Mulugetta Mekuria, coordenador do projeto SIMLESA, que impulsiona agricultura sustentável em cinco países no continente, defendeu que, para o crescimento agrícola e resultados palpáveis na área, os governos africanos devem deixar de "fazer apenas programas" e limitar-se a "pedir doações", sem "centrar ações" coordenadas para incrementar a produção.

"Precisa fazer grandes investimentos, meter o dinheiro onde é necessário e um cometimento dos governos e não só programas, mas sim repensar a nossa agricultura. A Índia fez isso, a Ásia fez isso, só dai haverá mudanças", precisou o zimbabueano Mulugetta Mekuria, falando em Chimoio, centro de Moçambique.