Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AF Lisboa promete "ir até ao fim" para que dirigentes portistas sejam castigados

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 set (Lisboa) - O presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Nuno Lobo, afirmou hoje que agirá judicialmente contra os dirigentes do FC Porto que o agrediram no encontro entre os "dragões" e o Estoril-Praia, prometendo "não ficar calado".

Durante o jantar comemorativo do organismo que tutela o futebol na "capital", o dirigente entrou ao ataque apelidando de "ato cobarde" a agressão sofrida pelas costas, sustentando que não foi Nuno Lobo que foi agredido, "mas sim o futebol de Lisboa e o futebol português no seu todo".

Na receção dos estorilistas aos "dragões", que terminou com um empate (2-2), Nuno Lobo revelou ter sido agredido por Adelino Caldeira, dirigente da SAD do FC Porto, aquando do golo de Evandro, que deu o empate à formação dos arredores de Lisboa.