Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Administrador da ULS Nordeste admite que violou Lei dos Compromissos

Lusa

  • 333

Bragança, 06 mar (Lusa) -- O presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste assumiu hoje que violou a Lei dos Compromissos em 2012 e que este ano só conseguirá cumprir com um reforço do financiamento.

António Marçôa adiantou à Lusa que, num ano de liderança do organismo que gere os três hospitais e 15 centros de saúde do nordeste transmontano, conseguiu reduzir o défice em mais de três milhões de euros e os custos em 10%.

Porém, reclama desde o início do mandato que a ULS "está subfinanciada" e que "não é possível solver todos os compromissos sem um reforço das verbas".