Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Administração da TAP pede aos trabalhadores que evitem ações que prejudiquem a empresa

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 mar (Lusa) -- O presidente da TAP, Fernando Pinto, apelou hoje ao "bom senso" dos trabalhadores para evitar "atitudes ou ações que, mesmo que compreensíveis, prejudiquem gravemente o futuro da TAP", numa nota interna a que a Lusa teve acesso.

Na circular enviada aos trabalhadores, sem nunca referir a possibilidade de uma greve, que deverá ser decidida hoje, o presidente da TAP afirma que "a administração confia que prevaleça o bom senso que tem sido revelado, evitando-se atitudes ou ações que, mesmo que compreensíveis à luz das consequências das medidas aplicadas, prejudiquem gravemente o futuro da TAP".

Na atual conjuntura nacional, acrescenta, "continuando a TAP a viver em 2013 um ano de enormes desafios, a administração reforça a sua convicção na necessidade de se procurarem, no futuro, soluções para que possa vir a ser possível manter a TAP competitiva, igualmente a nível salarial, no mercado internacional em que concorre".