Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Administração da EPUL (Lisboa) com um vogal e presidente depois de renúncia de segundo vogal

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 out (Lusa) -- Luís Bento, vogal da administração da Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL), renunciou ao cargo por "motivos pessoais" e não será substituído, segundo uma nota divulgada hoje pela empresa.

A EPUL indicou que a substituição "não é obrigatória, pelo que a administração continuará a funcionar com o presidente e um vogal".

Na assembleia municipal de terça-feira, o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, admitiu que, uma vez que a EPUL "está a concluir as únicas obras que tem em mãos, está a esgotar o seu objeto social" e que, por isso, é altura de "tomar decisões definitivas quanto ao destino da empresa".