Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adiamento de quota de mulheres nos conselhos de administração releva existência de "preconceito" -- Edite Estrela (PS)

Lusa

  • 333

Estrasburgo, 24 out (Lusa) - A eurodeputada socialista Edite Estrela lamentou o adiamento da proposta para criar uma quota de 40% de mulheres nos cargos não executivos dos conselhos de administração das empresas europeias, considerando que revela a existência de "preconceito".

Na terça-feira, a Comissão Europeia decidiu adiar, "por algumas semanas", a proposta para estabelecer uma quota de 40% de mulheres entre os membros não executivos dos conselhos de administração das grandes empresas.

"Lamento este adiamento porque já se tratava de uma proposta bastante tímida", afirmou à Lusa a eurodeputada socialista, acrescentando que a decisão "revela como, mesmo ao mais alto nível, há preconceito e continuam a prevalecer alguns estereótipos".