Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adiada decisão de continuar ou suspender julgamento de Vale e Azevedo por notificação tardia

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jan (Lusa) - A notificação tardia de dois assistentes no julgamento de Vale e Azevedo, acusado de alegado peculato de quatro milhões de euros do Benfica, adiou, para a próxima terça-feira, a decisão do tribunal em continuar ou suspender as sessões.

A 3.ª Vara Criminal teve dificuldades na notificação dos dois assistentes, para se pronunciarem sobre requerimento apresentado por Vale e Azevedo a 18 de dezembro, com o intuito de cessar o julgamento.

Vale e Azevedo, que também é indiciado de branqueamento de capitais e falsificação de documento neste processo, alega que "não pode ser sujeito a procedimento penal, por infração diferente e praticada em momento anterior" à sua extradição para Portugal, a 12 de novembro.