Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adepto do Corinthians confessa lançamento de "very-light" que matou um boliviano

Lusa

  • 333

São Paulo, 25 fev (Lusa) -- Um adepto do Corinthians confessou no domingo ter lançado um sinalizador naval [very-light] que na passada quinta-feira causou a morte de um jovem de 14 anos durante o jogo de futebol da Taça Libertadores com o San José, disputado na Bolívia.

Numa entrevista ao canal Globo, o adepto, de 17 anos, assumiu a responsabilidade pela morte de Kevin Beltran, atingido por um sinalizador naval disparado pela claque do Corinthians, durante o encontro da equipa brasileira com o San José, que terminou empatado 1-1.

"Estávamos a comemorar o golo. Trouxe o sinalizador na minha mochila e fui acender. Tirei a tampinha e puxei a cordinha, não aconteceu nada, não sabia muito bem como manusear. Puxei pela segunda vez e disparou, foi para a torcida boliviana", explicou o jovem, que deu a entrevista ao lado da mãe.