Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adegas do Douro preocupadas com preço da aguardente que duplicou em dois anos

Lusa

  • 333

Vila Real, 03 out (Lusa) -- O presidente da União das Adegas da Região Demarcada do Douro (UNIDOURO) queixou-se hoje da escassez de aguardente vínica necessária para a produção de vinho do Porto e da "brutalidade" do preço que duplicou em dois anos.

Ilídio Santos, presidente da UNIDOURO, disse à agência Lusa o preço por litro de aguardente "já passa os três euros", o que considerou uma "brutalidade".

"Em dois anos, passou para o dobro do preço", salientou.