Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Acusados de rapto e extorsão a empresário de Famalicão começam a ser julgados

Lusa

  • 333

Famalicão, 11 nov (Lusa) - Os quatro arguidos acusados de raptar e extorquir um empresário de Famalicão, em fevereiro de 2013, para a cobrança de uma alegada dívida de 75 mil euros, remeteram-se hoje ao silêncio, no início do julgamento, no tribunal daquela comarca.

Entre os arguidos está um dos envolvidos no violento assalto ao Museu do Ouro de Viana do Castelo, em setembro de 2007.

Na altura, este arguido estava em liberdade, a aguardar o desfecho do recurso apresentado no Tribunal Constitucional, depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter fixado a pena em 14 anos e meio.