Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Acusados de motim em prisão de Guimarães condenados a penas entre os quatro e seis anos

Lusa

  • 333

Guimarães, 09 jan (Lusa) -- O tribunal de Guimarães condenou hoje cinco reclusos acusados de motim prisional a penas entre os quatro e seis anos de prisão efetiva.

A 12 de dezembro, o Ministério Público tinha pedido a condenação dos cinco reclusos do estabelecimento prisional de Guimarães acusados de terem protagonizado um motim para fugirem da cadeia, em agosto de 2007.

Os arguidos respondiam por um crime de motim de presos, dois crimes de roubo, um crime de coação agravado e um crime de detenção de arma proibida.