Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ACT deteta horários de trabalho "inaceitáveis" na barragem do Tua

Lusa

  • 333

Bragança, 23 jul (Lusa) -- A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) detetou hoje operários a trabalharem quase o dobro do horário permitido por lei na barragem de Foz Tua e autuou várias empresas que estão a executar a obra.

O incumprimento dos limites dos tempos de trabalho foi "a maior infração" registada numa ação inspetiva ao estaleiro que se estende pelas duas margens do rio Tua, nos concelhos de Alijó (Vila Eeal) e Carrazeda de Ansiães (Bragança), segundo adiantou à Lusa o inspetor geral da ACT.

Pedro Pimenta Braz participou na inspeção e constatou que "a maioria dos trabalhadores inicia os seus trabalhos às 08:00 e termina às 19:00 todos os dias" e detetou "mesmo alguns subempreiteiros com registo de tempos de trabalho das quatro da manhã e das seis da manhã às sete da tarde".