Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores/Eleições: Vasco Cordeiro (PS) diz que proposta do PSD para cortar vencimentos e regalias dos políticos chegam atrasadas

Lusa

  • 333

Angra do Heroísmo, 14 set (Lusa) - O candidato do PS à presidência do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, considerou hoje que a proposta apresentada pela candidata social-democrata, Berta Cabral, para cortar nos vencimentos e regalias dos titulares de cargos políticos chegou "dois meses" atrasada.

"Eu já dei conta daquilo que julgo que deve ser feito em relação a esta questão da estrutura da nossa administração e da dimensão do Governo Regional em julho", afirmou Vasco Cordeiro, acrescentando que "o que interessa é que os açorianos avaliem as propostas".

Vasco Cordeiro, que falava em Angra do Heroísmo no final de uma reunião com sindicatos, comentava as medidas anunciadas quinta-feira por Berta Cabral, que incluem o corte de 25 por cento no ordenado dos titulares de cargos políticos, incluindo o salário do presidente do Governo, mas também a redução dos membros do executivo regional de 12 para sete e dos deputados regionais de 57 para 39, entre outras medidas.