Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Sindicato denuncia discriminação no pagamento de horas extraordinárias aos assistentes de saúde

Lusa

  • 333

Horta, 04 jun (Lusa) - O Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores denunciou hoje a existência de "discriminação" no pagamento de horas extraordinárias aos assistentes técnicos e operacionais das unidades de saúde da região, admitindo avançar para a greve.

"Esta situação é inaceitável", afirmou João Decq Mota, coordenador regional do sindicato, numa conferência de imprensa na Horta, Faial, lamentando que a Direção Regional de Saúde tenha "omitido" os assistentes da lista de profissionais de saúde que serão abrangidos pelo novo regime de prestação de trabalho extraordinário e suplementar.

Em causa, segundo João Decq Mota, está uma redução no pagamento das horas extraordinárias, que, no caso dos assistentes técnicos e operacionais, era paga a 3,21 euros/hora e foi reduzida para 80 cêntimos/hora.