Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Professores questionam capacidade de resposta ao alargamento da escolaridade obrigatória

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 29 jun (Lusa) -- O Sindicato Democrático dos Professores dos Açores (SDPA) alertou hoje para eventuais dificuldades para garantir uma "resposta de qualidade" no próximo ano letivo aos alunos da rede escolar regional devido ao alargamento da escolaridade obrigatória.

O Governo Regional, na resposta a um requerimento parlamentar apresentado pelo PPM, estimou que a extensão da escolaridade obrigatória até aos 18 anos se deve traduzir num aumento máximo de 1.048 alunos no ensino secundário da rede pública no arquipélago, considerando que está assegurada a capacidade de resposta.

Para o executivo açoriano, este aumento "não esgota a lotação das escolas secundárias", recordando que, no ano letivo que está a terminar, estes estabelecimentos de ensino tinham "capacidade para receber mais 10.139 alunos para além dos que estavam matriculados".