Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Partido Democrático do Atlântico (PDA) lamenta desinteresse dos cidadãos contra taxas moderadoras

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 12 jun (Lusa) -- O Partido Democrático do Atlântico (PDA) considerou hoje "vergonhosa" a aplicação de taxas moderadoras na saúde, em vigor há cerca de um ano nos Açores, lamentando a "fraca adesão" popular a uma manifestação contra esta medida.

"A saúde sempre foi gratuita e não é por estar a aplicar estas pequenas taxas moderadoras que vão conseguir tapar o buraco da saúde a nível regional", afirmou Rui Matos, presidente do PDA, em declarações aos jornalistas à margem de uma iniciativa de protesto contra as taxas moderadoras, que decorreu junto à Urgência do Hospital de Ponta Delgada perante a indiferença generalizada de quem ali se encontrava.

Rui Matos revelou ter enviado "sete mil convites na rede social Facebook e distribuído dois mil panfletos na cidade de Ponta Delgada", lamentando "o desinteresse das pessoas na luta por um serviço regional de saúde gratuito".