Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Governo admite existência de 20 camas para internamento de doentes de Alzheimer dentro de dois anos

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 02 jul (Lusa) -- O Governo Regional dos Açores admitiu hoje que deve entrar em funcionamento dentro de dois anos, na ilha de S. Miguel, um lar construído por privados que disponibilizará 20 camas de internamento para doentes de Alzheimer.

"Há uma empresa que vai avançar com um projeto de construção de um lar, em que um dos pisos vai ser dedicado ao internamento de doentes com Alzheimer", afirmou a secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social, Ana Paula Marques, acrescentando que a assistência aos futuros utentes deste lar será objeto de contratualização pública.

Ana Paula Marques justificou a necessidade de ser disponibilizada uma nova resposta nesta área salientando que é preciso "pensar que os cuidadores têm de ter um tempo de descanso", frisando que a existência de uma unidade de internamento vai-lhes permitir, "pontualmente, deixar os seus doentes ao cuidado desta instituição".