Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Atividade sísmica no Banco D. João de Castro continua "acima da média", mas a diminuir - especialista

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 06 jun (Lusa) -- A região do Banco D. João de Castro, entre as ilhas de S. Miguel e Terceira, nos Açores, regista hoje, pelo terceiro dia consecutivo, uma atividade sísmica "ligeiramente acima da média", mas com "tendência para diminuir".

Os dados foram revelados à Lusa por João Luís Gaspar, responsável do Sistema de Vigilância Sismológica dos Açores (SIVISA), salientando que se observa hoje nessa zona "menos atividade do que na terça-feira", o que poderá indicar uma "tendência de diminuição".

Na segunda-feira à noite, primeiro dia em que se registou um incremento da atividade no Banco D. João de Castro, foi sentido um sismo com intensidade máxima III/IV na Escala de Mercalli Modificada nas ilhas de S. Miguel e Terceira, tendo depois ocorrido na manhã de terça-feira um sismo ao largo da ilha das Flores.