Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Acordo entre estivadores e operadores sobre serviços mínimos adiado para sexta-feira

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) - Os representantes dos trabalhadores dos portos de Lisboa, Setúbal, Figueira da Foz e Aveiro e os operadores adiaram para sexta-feira a definição de novos serviços mínimos para as greves, disseram os sindicatos.

"Se houver bom senso podemos reconsiderar um ou outro aspeto como o dos navios das regiões autónomas [que poderão ficar abrangidos pelos serviços mínimos] porque são os que estão mais dependentes da carga que chega via navio", disse o presidente do Sindicato dos Estivadores, Trabalhadores do Tráfego e Conferentes Marítimos do Centro e Sul de Portugal, Vítor Dias.

O sindicalista adiantou que na reunião foram feitas cinco propostas pelas associações que representam os diversos portos e sublinhou que "houve um esforço conciliador" para tentar encontrar uma solução "por consenso".