Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ACNUR tece críticas à Austrália por manter refugiados em condições degradantes

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 27 nov (Lusa) -- O Governo australiano rejeitou hoje as críticas do Alto Comissariado da ONU para os refugiados (ACNUR) que classificou de inumanas e inseguras as condições nos centros de detenção de imigrantes que Camberra possui em Nauru, na Papua Nova Guiné.

O ministro australiano da Imigração, Scott Morrison, disse aos jornalistas em Sydney que o organismo da ONU "tem uma longa história de oposição à transmissão (dos pedidos de asilo) em países terceiros", noticiou a cadeia ABC.

O grupo de funcionários do ACNUR que visitou centros de detenção em Nauru e na ilha de Manus em outubro passado determinou que a detenção arbitrária, obrigatória e indefinida dos que pedem asilo é feita em condições inumanas e inseguras.