Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Academia incentiva agricultores do Alqueva a produzirem plantas aromáticas

Lusa

  • 333

Aljustrel, 05 jun (Lusa) - Uma academia para incentivar e apoiar pequenos agricultores da zona do Alqueva a produzirem plantas aromáticas e medicinais vai "nascer" na vila de Messejana, no concelho alentejano de Aljustrel, foi hoje anunciado.

A criação da "Academia das Plantas Aromáticas e Medicinais de Alqueva" envolve a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), o Centro de Estudos e Valorização dos Recursos Mediterrânicos (CEVRM) e a empresa Monte do Pardieiro.

A academia será uma "unidade de demonstração e divulgação", junto dos agricultores interessados, das várias espécies, das operações culturais, dos fatores de produção e dos processos de comercialização de plantas aromáticas e medicinais, explica a EDIA, num comunicado enviado à agência Lusa.