Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Academia do Porto quer ação social "justa" que evite o abandono escolar

Lusa

  • 333

Porto, 03 out (Lusa) -- O presidente da Federação Académica do Porto (FAP), Ruben Alves, considerou hoje injusto o regulamento de atribuição de bolsas a estudantes universitários, defendendo uma revisão do documento para que inclua "mais estudantes" e evite o abandono escolar.

"Porque não chega a ação social a quem precisa?" foi a questão que a FAP lançou esta manhã, naquele que foi o primeiro de cinco debates no âmbito da campanha "5ª Feiras Negras no Ensino Superior", uma iniciativa que visa "chamar a atenção para os problemas" do ensino superior e para a "importância da educação".

Segundo o presidente da FAP, é necessário rever o regulamento de atribuição de bolsas de estudo, para que este seja "justo" e "inclua todos os estudantes que deve incluir".