Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

1.º Maio: Protestos dos trabalhadores têxteis prosseguem no Bangladesh

Lusa

  • 333

Daca, 01 mai (Lusa) -- Milhares de trabalhadores do Bangladesh saíram hoje para a rua, em pleno Dia do Trabalhador, para voltar a exigir a pena de morte para os proprietários das fábricas de confeção do prédio que ruiu, há uma semana, causando perto de 400 mortos.

Apesar dos apelos da primeira-ministra, Sheikh Hasina, para que manterem a "cabeça fria", a onda de raiva relativamente ao mais grave acidente industrial da história do Bangladesh continua a motivar manifestações nas ruas, com as autoridades a temerem atos de violência e vandalismo.

De acordo com o mais recente balanço do exército do Bangladesh, que supervisionou as operações de salvamento, foram confirmados 393 mortos no Rana Plaza, imóvel de oito andares que desabou em Savar, nos arredores da capital, Daca.