Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

1.º de Maio: Líder da UGT quer união do movimento sindical e diz estar disponível para dialogar

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 mai (lusa) - O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, apelou hoje à união do movimento sindical e afirmou-se disponível para o diálogo social e político sublinhando que este depende também da disponibilidade do Governo.

"Não podemos continuar de costas voltadas no movimento sindical", disse Carlos Silva, no discurso após o tradicional desfile comemorativo do 1.º de maio pela Avenida da Liberdade.

O recém-eleito secretário-geral afirmou ainda que a UGT está disponível para o diálogo social e político, mas que "este implica disponibilidade do Governo", assinalando que se fala muito de consenso, mas "pouco se vai praticando".