Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Efromovich: Para a TAP crescer é preciso contratar e não despedir

Lusa

  • 333

Bogotá, 11 dez (Lusa) - O empresário German Efromovich defendeu hoje que não há razão para os trabalhadores da TAP estarem preocupados com a privatização, realçando que o crescimento da companhia aérea, pela mão do grupo Synergy, vai potenciar a criação de postos de trabalho.

"Se vamos crescer, precisamos de admitir gente e não de despedir, a não ser que tenha um monte de pessoas sem fazer nada. Quem está lá para trabalhar vai continuar", afirmou o dono do grupo Synergy, único candidato à compra da companhia aérea portuguesa, que entregou a proposta final na passada sexta-feira.

Em entrevista à Lusa, na sede da Avianca, na capital da Colômbia, Efromovich ressalvou que hoje, no atual contexto, ninguém pode "garantir absolutamente nada" em termos de postos de trabalho, considerando que "quem garante não é honesto".