Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Afetação de fundos europeus deve ter em conta a boa execução pelos Açores - Vasco Cordeiro

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 13 fev (Lusa) -- O presidente do Governo dos Açores afirmou que não é inevitável uma redução de verbas para a região do próximo orçamento comunitário, salientando que o arquipélago tem cumprido execução dos fundos europeus mas tem ainda "desafios a resolver".

Em entrevista à agência Lusa, no dia em que cumpre 100 dias à frente do Governo Regional dos Açores, o socialista Vasco Cordeiro considerou que o entendimento alcançado em Bruxelas na semana passada para o orçamento europeu para o período 2014-2020 foi "o melhor acordo possível", tendo em conta "os constrangimentos que Portugal enfrentava nessa negociação".

Porém, para Vasco Cordeiro, importa "também salientar" que "a negociação do orçamento europeu não constitui um ponto de chegada, é um ponto de partida", seguindo-se agora um processo "a nível nacional para a apresentação e para a distribuição dessas verbas".