Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pessoas que lêem são mais gentis e empáticas

Ler Faz Bem

  • 333

© Neil Hall / Reuters

Que imagem tem de uma pessoa que adora ler? Mais calada e retraída? Talvez esteja errado... Um estudo revela que os hábitos de leitura tornam as pessoas mais sociáveis

Há quem associe as pessoas que adoram ler a personalidades menos sociáveis, mas esta perceção não coincide com a realidade. Um estudo da Universidade de Kingston, em Londres, apresentado na semana passada na Conferência Anual da Sociedade Britânica de Psicologia, citado pelo Daily Mail, revelou uma associação entre o hábito de ler e o desenvolvimento de capacidades sociais, como a gentileza, a empatia e a capacidade de perceber pontos de vista dfiferentes.

Os 123 participantes foram questionados sobre as suas preferências por livros, televisão ou teatro. Os resultados demonstraram que as pessoas com hábitos de leitura tinham maior probabilidade de agir melhor socialmente, em comparação aos participantes que preferiam ver televisão (que relevaram menos sentido de compreensão e amizade).

Mas as leituras não são todas iguais e os seus efeitos também não: O estudo apurou que o tipo de literatura influencia o comportamento. Por exemplo, os fãs de livros de ficção demonstraram um comportamentos sociais mais positivos, enquanto os leitores de dramas e romances eram mais empáticos. Já os amantes de livros experimentais mostraram maior capacidade de ter diversas perspetivas sobre o mesmo assunto e os fãs de comédias tinham maior facilidade em relacionar-se com outras pessoas.

Perante a Sociedade Britânica de Psicologia, os autores do estudo sublinharam, no entanto, que não tinham conseguido provar uma causa-efeito e tanto pode ser a leitura a provocar comportamentos mais positivos como o inverso: pessoas mais atencionadas e educadas terem maior tendência para preferirem a leitura.