O jovem é a primeira vítima mortal da vaga de violência registada na capital britânica desde o fim de semana passado.

A polícia de Londres descreveu a violência registada durante a noite de segunda-feira e a madrugada de hoje como "a pior" de sempre na capital britânica, tendo efetuado pelo menos 200 detenções.

Alguns dos piores problemas aconteceram nos bairros de Croydon, Clapham, Ealing, Camden e Hackney, onde se registaram veículos e edifícios incendiados, lojas vandalizadas e saqueadas e confrontos com a polícia.

Na origem estão grupos de jovens, muitos de caras tapadas e vestidos de negro, que se foram juntando durante a tarde.

Em Hackney, alguns elementos usaram objetos pesados para partir montras e saquear lojas, nomeadamente de roupa.

Classificando a noite de segunda para terça-feira como a "pior de sempre" na capital britânica, as autoridades condenaram os "níveis inaceitáveis de pilhagem, incêndios e desordem".