Jornal de Letras

Siga-nos nas redes

Perfil

Cosmopolítica e arte

Teatro e Dança

  • 333

Divina Comédia

DR

A cosmopolítica é o grande tema da 9.ª edição do Festival Escrita na Paisagem que arranca, em Évora, já a 1 de julho. A peça Divina Comédia, estreia a 4, é um dos destaques da programação

Francisca Cunha Rêgo

Divina Comédia é o grande destaque da 9.ª edição do Escrita na Paisagem, Festival de Performance e Artes da Terra, que decorre de 1 de julho a 31 de agosto, em duas cidades alentejanas: Évora e Vila Viçosa. Trata-se de um projeto de criação teatral baseado na obra homónima de Dante, feito em coprodução entre a Colecção B/Festival Escrita na Paisagem e a companhia finlandesa Myllyteatteri, com a participação de artistas portugueses, gregos, japoneses e finlandeses. Concebida pela encenadora finlandesa Miira Sippola, estreia-se a 4 de julho (continua até 7) na Pedreira da Gradinha, local de extração de mármore agora desativado, em Vila Viçosa. Ali se irá focar o tema intemporal do confronto do Homem consigo próprio e das suas constantes crises interiores e tentativas de fuga.

O Escritas na Paisagem está subordinado ao tema Cosmopolítica. Como se pode ler na nota de apresentação do diretor artístico José Alberto Ferreira esta expressão "remete desde logo para a afirmação de uma dimensão global através da qual se propõe o contacto com a circunstância multi-cultural e plural das comunidade, com a diversidade das escalas de pertença e de identidade dos sujeitos (...) em busca dos cruzamentos de influências que nas linguagens da arte e da cultura tão fortemente encontram expressão". Cosmopolíticas é precisamente o nome da exposição de Ana Dias, que se inaugura a 1 de julho, na Igreja de São Vicente, em Évora. Também nesta cidade, a 3, a partir das 22 horas, no Largo de São Vicente, a música de Xinês com Homem da máquina de filmar. A 4 de julho, com Skolah Bedja, Miguel Gomes, músico de gaita-de-foles, e Sebastião Antunes, músico de guitarra, bouzouli, bandoim (entre outros) inauguram o programa África Move, que durante nove quartas-feiras apresenta 11 concertos, no Largo de São Vicente, a partir das 22. A

10, às 22, Cinema no Largo, com a música dos Moon(in)Motion que propõe fazer de cada som um veículo para o universo das imagens em movimento: o cinema. Programação completa em www.escritanapaisagem.net