Jornal de Letras

Siga-nos nas redes

Perfil

  • Uma voz na Literatura

    Vozes no escuro, já nas livrarias, é o terceiro romance de Rui Vieira, um escritor a quem mais do que a história importa a frase, o paciente trabalho sobre as palavras. E depois de ter escrito aos quatro elementos, entrando no convento e nas vidas das "monjas desnudas", perde-se agora no labirinto do Centauro. E aqui publicamos já um parágrafo desse novo livro que começou a escrever em Agosto

  • Um fotógrafo na paisagem

    FOTOGALERIA Há sempre um Portugal desconhecido que espera por Duarte Belo, que tem feito um exaustivo levantamento fotográfico do país. Mas desta vez, a sua objectiva fixou em imagens a ilha de Santiago, em Cabo Verde e desse trabalho resultou Cidade do mais antigo nome, um livro com poemas de José Luiz Tavares, edição Assírio & Alvin, que será lançado amanhã, quinta-feira, 11, às 18 e 30, na sede do UCCLA, à rua de São Bento, em Lisboa

  • Caderno de rascunhos

    É sabido que nem tudo o que parece é. Cadernos Blaufuks I, uma edição Tinta-da-China, à primeira vista, poderá afigurar-se um manual de truques de magia. Pura ilusão. Trata-se de um livro de rascunhos sobre a arte de fotografar e as ligações das imagens do fotógrafo com a Literatura ou a Pintura

  • Origami

    Maria leonor Nunes

    As grandes minúsculas de valter hugo mãe

    Não é gralha, nem descuido ortográfico. É mesmo de propósito, tudo em letras pequenas: valter hugo mãe. E não será apenas uma peculiaridade do nome artístico. Nas suas páginas, não se vislumbra uma maiúscula. Não se trata de uma qualquer aversão à caixa alta ou de um qualquer relacionamento traumático com caps lock. É simplesmente uma questão de estilo.